NOS ACOMPANHE NAS REDES SOCIAIS
  • White Facebook Icon
  • White LinkedIn Icon
  • White YouTube Icon
  • White Twitter Icon
NOSSOS SERVIÇOS

- Eficiência Energética

- Desenvolvimento de Tecnologia

- Projetos de Eletrônica

- Luminotécnica

- Instalações Elétricas 

ENCONTRE-NOS

Estamos localizados na

Rua Coronel Francisco Heráclito dos Santos, 210, Jardim das Américas - Curitiba - PR
Centro Politécnico - UFPR - Departamento de Engenharia Elétrica - Piso inferior

 

© 2019 EMJEL - Empresa Júnior de Assessoria em Eletroeletrônica

DIFERENÇAS ENTRE LÚMENS DE LÂMPADAS



É comum a escolha de lâmpadas de acordo com a quantidade de Watts, mas recentemente uma nova unidade de medida tem aparecido nas especificações das embalagens: o lúmen. Enquanto o Watt (W) mensura a potência, ou seja, a quantidade de energia consumida pela lâmpada, o lúmen (lm) – também chamado fluxo luminoso - define a quantidade de luz emitida ou o quanto ela ilumina. Apesar de serem coisas diferentes, as duas juntas pode classificar a eficiência de uma luminária. Uma lâmpada que produz mais lúmens e consome uma menor potência, ilumina mais gastando menos.

Por isso, em busca de economia e eficiência, vale a pena analisar os tipos e especificações das lâmpadas na hora de escolher a iluminação adequada. Comuns nas residências, as incandescentes perdem muita energia gerando calor, o que resulta em mais consumo e menos iluminação. As fluorescentes possuem um melhor rendimento porém, as lâmpadas que possuem maior eficiência luminosa (lm/W) são as de LED pois transformam toda a energia consumida em luz.

Além de comparar os modelos das lâmpadas, para um resultado mais eficiente e econômico recomenda-se a realização de um projeto de luminotécnica, que permitirá definir a melhor iluminação para cada ambiente.